terça-feira, 14 de junho de 2016

E3 2016 - Novo God of War, Resident Evil 7 e Trend dos Games atualmente

Vou ser bem direto e ir logo ao assunto: A padronização dos games atuais me incomoda, e isso fica claro na E3 em jogos como God of War e Resident Evil 7. Antes que fique bem claro, eu gosto de ambas as séries, e NÃO acho que os games vão ser ruins, pelo contrário, porém, eles NÃO SÃO God of War e Resident Evil...

Resident Evil 7 não é Resident Evil, ele é como 99% dos games indies de terror genérico. Pegaram um game indie de terror genérico e colocaram o título de Resident Evil 7 para vender.


O jogo mais parece P.T, Outlast, Daylight do que qualquer Resident Evil.

God of War virou The Last of Us Mitologia Nórdica. Se você pegar o Kratos, colocar uma sombra nele e deixar rolar o gameplay, ninguém vai dizer que é GoW, vão falar que é The Last of Us com temática Nórdica ou um novo The Elder Scrolls.


"Ah, mas eles inovaram, vocês queriam mais do mesmo?" - Não, inovar aspectos do jogo para ele não se tornar repetitivo é uma coisa. Mudar a câmera, o pacing, a jogabilidade, o visual, mudar tanta coisa que o jogo não parece que ele pertence a sua própria série é outra!

Resident Evil 7 e o Novo God of War simplesmente parece que não pertencem a série Resident Evil e God of War.

O pessoal que defende a mudança deve deixar a empresa realmente muito feliz, a ponto de que daqui a pouco vão colocar o Kratos no espaço com uma arma matando aliens em primeira pessoa ou a Jill com uma espada enfrentando dinossauros em um RPG de turno e eles vão falar: "Ahn cara, é isso ai, tem que mudar mesmo, não quero mais do mesmo". Isso não é inovar!! Isso é mudar o jogo e safadamente colocar o nome da série nele!! Assim é muito fácil.

Falar que Resident Evil está "voltando as origens, pois voltará a ser terror" - Mas Resident Evil nunca foi assim (RE7), não é só por causa que o gênero será novamente terror que significa "voltar as origens"!!

Sobre a padronização dos games, hoje em dia parece que perdemos a variedades e até mesmo alguns gêneros estão morrendo por causa disso no mercado AAA. Nunca mais vimos um Beat em Up de sucesso, os JRPGs de turno estão aos poucos acabando, visto que até a representação mais iconica desse gênero Final Fantasy, não será mais assim. Hack N' Slashs estão no mesmo caminho, ainda temos Bayonetta e o novo Scalebound...mas se for ver, Bayonetta vendeu muito pouco no Wii U e boa parte das pessoas está com um pé atras com Scalebound. Já Devil May Cry foi abandonada pela Capcom depois do pseudo fracasso que foi DmC e Darksiders nem se sabe como anda...

Hoje em dia parece só vemos as mesmas coisas no mercado: FPSs genéricos - Saudades de um BioShock, System Shock, Half-Life, Portal, Metroid Prime... - Jogos de Terror que parecem um uma cópia do outro. E jogos em terceira pessoa wishy washy com a câmera atrás e a movimentação realista e suave. God of War apesar de ser cinemático antigamente, ele era bem arcade, com 1 golpe matava 4 inimigos, tinha double jump....e agora você olha para esse novo, e parece que ele foi infectado pela praga da padronização e se tornou apenas mais um.



E por fim, o simples fato de ter uma continuação estraga um pouco a franquia. Os fans poderiam ser sensatos, saber apreciar o épico fim dessa epopeia e comunicar a Sony que o arco se fechou de forma espetacular e não precisamos de mais GoW. E acredite, é bem provável que a Sony fizesse isso, a Sony é uma das poucos empresas de qualidade e confiáveis hoje em dia. Ela mesma anunciou que o Uncharted 4 será o ultimo (Ao menos com o Drake, e espero que assim seja). Mas não....tinham que encher o saco da Sony por um novo GoW.

Se este cidadão realmente for o Kratos, a explicação para que saíssemos de um Espartano Suicida matando Zeus no topo de um Monte Grego com a Blade of Olympus conversando com Atena no FIM DO MUNDO e se matando, pois cumpriu sua meta de vida....para Kratos com um filho na Escandinávia......ou ela vai ter que ser a coisa mais criativa genial e precisa do mundo (o que eu duvido), ou ela será a coisa mais forçada e ridícula do Mundo (que é mais provável).

E se este não for o mesmo Kratos, ou for até mesmo outro guerreiro, parabéns, estragaram a franquia. God of War não se tratará mais sobre o icônico Kratos em sua epopeia atras de vingança contra os Deuses Gregos pelo que lhe causaram no passado trágico....será uma franquia sobre caras que matam mitologias, ai la vem God of War Nórdico, Egípcio, Hindu....e Kratos e sua história serão apenas mais um. Na verdade, o simples fato de continuar um game que termina em suicídio e Fim do Mundo já é algo bem forçado.


Atualmente é o FPS genérico, o Terror padrão e o Third Person wishy washy. Todos querendo cada vez mais ser cinemático, com mundos gigantes e realidade virtual wow!!...E pra isso, acabam abandonando a criatividade e a diversidade em vários aspectos, até mesmo no gênero, em prol da padronização.

Para mim, Sad but True...





Nenhum comentário: